FANDOM


Respostas
Lista de respostas dos diálogos do Episódio 4 (University Life) do jogo Amor Doce.

Respostas em verde: o loveô aumenta.
Respostas em laranja: o  loveô não muda.
Respostas em vermelho: o loveô diminui.
Respostas em preto: resultado ainda não confirmado.

Paqueras

Hyun

Sim, sim, tudo bem... Tudo em ordem, depois da nossa festinha?
A. Você que deveria responder isso, não?
B. Muito bem! A nossa noite passou quase rápido demais.
C. Sim. Você não ficou muito entediado?

(...)
A. Nada? Você vem passear e olhar as estantes, imagino.
B. Entendi... Faz bem ter um tempo só para si, sem ter que aguentar a barulheira de um lugar.
C. O que você está escondendo na sua bolsa?

Quer dizer... Digamos que eu estava passando ao lado do prédio de Artes e pensei que, com um pouco de sorte, eu te encontraria. É sempre mais simpático que um SMS.
A. Gentileza sua ter vindo até aqui.
B. Por que você está me procurando?

E vim dizer que eu posso passar hoje à noite para te buscar nos dormitórios. Assim a gente vai andando até a casa de shows... Não queria que você fizesse o trajeto sozinha.
A. Obrigada, Hyun, você é muito atencioso.
B. Tem certeza? Não se preocupe. Sei que a Rosa e o Alexy também vão. Posso ir a pé com eles.

Fico mais tranquilo. Não é só no café que você cai, então. Deve ser algo no seus genes.
A. Haha, parece mesmo.
B. Ou então é você que atrai isso. Cada vez que você está por perto me acontece uma catástrofe.

Gosto dos seus amigos. Achei todos eles demais, da última vez. Então, de verdade, é como você achar melhor.
A. Ok, vamos lá com ela.
B. Gentileza sua, mas eu disse que passaria a noite com você, então, você é a minha prioridade. (caminho para a imagem)

(...)
A. Gostei bastante. (aconselhável para a imagem)
B. Foi legal... Mas não é o tipo de coisa que eu escuto.

Bem que eu pensei que a gente ia ter dificuldades de se reencontrar.
A. Pois é, é verdade, eu te procurei durante um tempão... Com a multidão, impossível te achar.
B. Para dizer a verdade, eu encontrei... um conhecido da escola. A gente conversou, durante mais tempo do que eu tinha previsto. IMAGEM

Priya

Você não acordou ainda? O que a gente está fazendo agora?
A. Não, quero dizer... Em relação ao que aconteceu na aula passada... Eu não achei que fosse te ver hoje.
B. Sim, desculpa! (Eu queria falar sobre o que aconteceu da última vez... Mas talvez não seja uma boa hora.)

Eu estava brincando, relaxa! Pelo contrário, eu também acho que foi um bom assunto. Obrigada por ter se preocupado. E desculpe se o que eu falei te deixou emocionada a esse ponto...
A. Eu não soube ver o que aconteceu durante aquele tempo todo. Você deve ter se sentido terrivelmente sozinha.
B. Ok... Fiquei com medo de ter falado alguma besteira mais uma vez.

Você tinha outra coisa em mente?
A. Quem sabe.
B. Não sei, você poderia ter me ajudado a parar de estressar como uma idiota por qualquer coisa!
C. Haha, obrigada pela proposta. Se eu precisar de alguma coisa, vou saber a quem pedir.

Sim, mas em raras ocasiões.
A. Ele parece ser muito simpático!
B. Adoro os ruivos. (aumenta com Melody)

Esse traje te cai superbem.
A. Você acha? Eu não tinha muita certeza de...
B. Você está ótima também.

(...)
A. Vou atrás de você. Estou a fim de aproveitar essa noite.
B. Tudo vai depender das batidas que eles vendem.

(...)
A. Gostei bastante.
B. Foi legal... Mas não é o tipo de coisa que eu escuto.

E?
A. E... Eu vim parar aqui. Eu ia voltar para o barzinho para ver se você estava lá.
B. E... Acabei de ver a Ambre... E o Nath. Parece que as coisas não iam nada bem.

Se respondeu B: É... Talvez seja isso... Depois, tem uns rumores por aí...
A. Que tipo de rumores?
B. Hmm... De qualquer jeito, fiquei assustada na hora... Eu já me imaginei chamando uma ambulância.

Espero que a gente tenha outras ocasiões de compensar essa noite qua a gente... perdeu.
A. Com prazer, quando você quiser!
B. Eu preciso me concentrar de verdade nos meus estudos e um pouco menos nas baladas... Mas... Vou fazer o melhor que eu puder.

(...)
A. Sobre o que ela queria falar com você?
B. Vocês ficaram juntas por muito tempo? IMAGEM

Castiel

♥— Caso tenha tido o Castiel como namorado em High School Life:

(...)
A. Estou contente de te ver.
B. Não te avisei porque... Fiquei sem jeito, não sabia como fazer...
(...)
A. É o que você queria?
B. A relação a distância foi complicada. Você sabe tão bem quanto eu.

(...)
A. Não sabia que vocês eram tão conhecidos. Vocês precisam até se esconder num canto para poder conversar.
B. Gostei bastante do show.

Se respondeu A: (...)
A. Você não gosta da fama?
B. As turnês, as garotas... É bem aquilo que você queria.

O Lysandre não estava mais por perto para cantar e escrever... E nunca consegui achar alguém para colocar no lugar dele. Foi a única solução que encontrei para poder continuar...
A. Foi melhor do que o que vocês faziam na escola.
B. Pena que o Lysandre não esteja mais aqui.

♥— Caso tenha ido ao show com Nathaniel e tinha Castiel como namorado em High School Life:

Oh.
A. Eu estava esperando uma resposta agressiva em seu nome.
B. Você não se importa?

Nathaniel

Oh, olá. Não esperava te encontrar.
A. Não esperava me encontrar? Numa manhã de aula, no prédio de Artes, onde fica o meu curso... Que estranho.
B. E eu esperava ainda menos encontrar você. Mas bom, pelo que parece, sempre vou ter uma surpresinha desse tipo com você.
C. É a primeira vez que te vejo por aqui...!

Mas foi bom a gente ter se encontrado. Essa noite eu vou estar nos dormitórios antes de a gente se encontrar. Então, vou bater na sua porta para que a gente tenha tempo de tomar um ar fresco antes de ir. Isso se ainda estiver de pé para você.
A. Você vai estar nos dormitórios?
B. Ok, tudo bem.

(...)
A. (Cansei, vou sozinha)
B. (Vou esperar por ele mais um pouco.)

Se respondeu A: Você está indo sem mim?
A. Você não está vendo?
B. Achei que você não fosse chegar nunca.
Se respondeu A: (...)
A. Dessa vez passa.
B. Não é suficiente.
Se respondeu B: (...)
A. Chegou cedo, hein.
B. Eu fiquei te esperando, Nath...
Se respondeu B: Oh, mas se você preferir, a gente pode ficar na sua cama.
​​​​​A. (Eu o empurrei com força.)
B. É uma ideia sedutora.

(...)
A. (Dei a mão pra ele.)
B. (Passei na frente dele sem pegar na sua mão.)

(...)
A. Gostei bastante.
B. Foi legal... Mas não é o tipo de coisa que eu escuto.

(...)
A. (Eu preciso ajudá-lo.)  (caminho para a imagem) (diminui se você não foi ao show com ele)
B. (Eu prefiro esperar um pouco e observar de longe para ver o que está acontecendo.)

Se respondeu A: Eu disse pra você sair fora do caminho. A gente não precisa de ninguém.
A. Ela precisa de ajuda. Não vou embora sem ter certeza de que está tudo bem. IMAGEM
B. (Soltei a Ambre...) Tem certeza de que vai ficar tudo bem?

Rayan

Aliás... Falando disso, eu notei sua ausência hoje à tarde...
A. Desculpe, tive que cuidar de uma coisa importante e lamento não poder ter assistido à sua aula.
B. Sim, mas vou recuperar essa aula no final de semana.
C. Não tive outra opção

Se respondeu B: Sobre a ausência.
A. Haha, que estranho. Sério?
B. Como assim?

E não é? Acho que o professor é bom na escolha dos assuntos das aulas.
A. Não quero parecer desagradável, mas "o professor" fala de si na terceira pessoa.
B. Verdade, ele é mesmo.

Mas até eu. Você não me conhece muito bem...
A. Mas até que eu gostaria de conhecer...
B. Gentileza sua se preocupar. Vou prestar atenção.

(...)
A. Mas diferente é... o senhor. (caminho para a imagem)
B. Eu... Diferente, como assim?

E isso... Isso me intriga... Me intriga desde o primeiro dia. Eu queria saber... No que você está pensando, agora, nesse instante...?
A. Estou pensando no senhor. (caminho para a imagem)
B. Estou pensando que eu não deveria estar tendo essa conversa.

(...)
A. (Eu segurei a mão dele.) IMAGEM
B. (Eu o deixei passar ao meu lado.)

Rapazes

Alexy

(...)
A. Depois de tudo o que a gente fez para organizar aquela noite? Gostaria de lembrar que foi com o único objetivo de te fazer conhecer o Morgan!
B. Conta mais!

Na hora de ir embora, a gente se abraçou. Ele deslizou as mãos dele pela minha cintura, debaixo do meu casaco. E a gente combinou de se encontrar no show do Crowstorm. Foi isso.
A. Você deveria ter ido com tudo, Alexy!
B. O show do Castiel está prometendo ser tudo de bom.

Não é muito grande mesmo, mas vai ter bastante gente. Espero que a gente se encontre, sim! Vai me ajudar a relaxar, com certeza...
A. Nunca te vi estressado assim. Normalmente, você é bem tranquilo com esse tipo de coisa...
B. Pense que ele também deve estar estressado, Alexy.

(...)
A. Você pediu para que a gente viesse com urgência e eu vim. Agora explica o que aconteceu, ao invés de se irritar!
B. Ah, é? Não tinha reparado. O que aconteceu?
C. Alexy, eu raramente te vi nesse estado. O que aconteceu?

Estou dando uma de relax para ir à faculdade, sendo que, na verdade, estou super estressado com essa história do show!
A. Oh, que fofo!
B. Vai ser só um encontro.

De qualquer forma, meninas, obrigado por terem vindo me socorrer...
A. De nada! Você pode contar com a gente.
B. Por outro lado, é a primeira e última vez que a gente faz isso!

Olha, a gente vai a esse show e depois a gente te deixa estudar. Juro!
A. Tenho sérias dúvidas sobre sua capacidade de manter essa promessa, Alexy.
B. Para falar a verdade, acho que seria ótimo poder aumentar o número de baladinhas por semana, mas estou tentado levar as coisas a sério.

Como dizia o Oscar, a melhor maneira de se livrar de uma tentação...
A. É ceder a ela.
A. É aguentar firme.

(...)
A. ...Pare de duvidar de você, sendo que, até que enfim, você achou o que queria. (aumenta com Rosalya)
B. ...Tente pelo menos hoje à noite. Nada te impede de parar tudo depois. Não tem nenhuma razão para que as coisas deem errado. (aumenta com Rosalya)

Garotas

Ambre

Vocês estão juntos?
A. Sim.
B. Não! (aumenta com Nathaniel)

Chani

Está pronta para descobrir os mitos e as histórias incríveis da arte monumental da Idade Média?
A. Oh, sim, estou realmente ansiosa. Só penso nisso.
B. Obrigada pela ajuda.
C. Não consigo entender muito bem esse seu fascínio por essa matéria, confesso.

Então, não é difícil. Vamos começar com a Roc-aux-Sorciers, que em português quer dizer tipo Rocha dos Bruxos. É um dos meus assuntos favoritos.
A. Que surpresa.
B. E por que esse?

E esse teste? Eu te vi transpirar em cima da prova. Como você foi?
A. Sinceramente, não tenho a mínima ideia. Vamos ver o que vai dar.
B. Tive a melhor professora que existe para me ajudar a estudar. Claro que fui bem!
C. Acho que me dei muito mal.

(...)
A. Haha, não sabia que eu estava lidando com uma bruxa de verdade.
B. Nunca tinha ouvido falar.
C. Não consigo muito acreditar nesse tipo de superstição, mas por que não. Pelo menos, é original.

Eu falei isso? Sim. Mas o positivo atrai o positivo. É preciso sempre atrair as energias positivas.
A. É engraçado ouvir isso da boca de uma garota que passa o tempo todo vestida de preto, me falando coisas sobre filmes de terror.
B. Você tem toda razão. Vou tentar me lembrar disso.

Tem certeza de que você quer saber?
A. Sim.
B. Não. No final das contas, é melhor não saber. Conhecendo você, imagino que seja um negócio meio louco.

(...)
A. Ele parece bom, esse diretor.
B. Estranho esse diretor...

Ei, olá!
A. Então, você não me contou! Como foi com o diretor?
B. Quer que a gente vá até a cantina juntas?

Se respondeu A: Ele é simplesmente genial. Imagina que ele foi professor no Instituto Internacional de Metafísica! Tenho certeza de que ele viu coisas protegidas por segredo de estado.
A. Haha, ele é perfeito, então, se entendi bem.
B. Vocês têm os mesmos interesses estranhos, então.

Hoje à tarde, a gente tem aula com o Sr. Zaidi.
A. Estou ansiosa.
B. Legal, gosto dessa aula.

Sim, sushis!
A. Nunca gostei muito disso.
B. Adoro!

Tem umas mais melódicas. Essa tem uma batida bem ritmada!
A. Ritmada, sim. É, dá para falar assim!
B. Não tenho mais tímpanos.

Um filme antigo de vampiros.
A. Vampiro não é muito a minha onda.
B. Adoro filmes de vampiro.

(...)
A. Gostei bastante.
B. Foi legal... Mas não é o tipo de coisa que eu escuto.

E quando eu saí, não consegui te achar. Acabei caindo nesse cara, que falou bem dos meus sapatos. E conversa vai, conversa vem...
A. Espero que você não tenha passado uma péssima noite por minha causa...
B. Um encontro futuro se anuncia?

Kim

(...)
A. (Respondi na hora: "Quem é?")
B. (Ignorei a mensagem.)

Tô vendo que você decorou bem as regras.
A. Em todo caso, obrigada pela mensagem. Sem isso, confesso que não teria vindo...
B. Eu queria ter voltado, mas eu estava atolada com minhas aulas... Difícil achar tempo.

(...)
A. E então... O Nathaniel te empresta livros policiais?
B. Ele não está aqui, o Nathaniel?

Bom, já tá legal. Vamos para as flexões.
A. Agora? Não tenho um pouquinho de pausa?
B. Uau, a gente está indo um pouco rápido demais para o meu gosto.

(...)
A. Você e o Nath se veem com frequência?
B. Você vai ao show amanhã à noite?

Melody

(...)
A. Ele parece legal!
B. Adoro os ruivos.

Não, tenho outra coisa para fazer.
A. Um encontro amoroso?
B. (Não estou a fim de insistir.)
C. Você não quer me dizer o que é?

Se respondeu A: Não sei. Gostaria que sim, para dizer a verdade.
A. Com quem?
B. Por que vocês não vão ao show? É um lugar legal para um primeiro encontro!

Oh, -, tudo bem?
A. Achei que você não viesse essa noite. Resolveu mudar os planos?
B. Você veio com o seu famoso "encontro"? Cadê o cara?

Rosalya

Parecia que ele não tinha muito o costume de beber. Talvez ele tenha exagerado por causa do estresse...
A. Estresse? Por quê?
B. Acho que ele ficou de olho em mim.

♥— Caso tenha convidado o Nathaniel para ir ao show:

Mas o que você está fazendo, -? Já tentei te avisar. Não é só uma má reputação que ele tem. Já está comprovado, ele fica por aí nuns negócios realmente duvidosos. Você deveria prestar atenção.
A. Sei o que estou fazendo, Rosa.
B. Você não está exagerando um pouco?

Só tem uma solução para isso...
A. Amigas para te ajudar, no caso de ter algum problema! (diminui com Alexy)
B. Relaxar. Bebe alguma coisa antes de encontrar com ele!
C. Uma boa sessão de compras!

Então, falando de estudar, como você foi na prova? Vendo sua determinação aquela hora na cantina, você deve ter arrasado.
A. Eu teria "arrasado" se você tivesse me deixado estudar o quanto eu podia!
B. Médio. Ainda bem que a Chani me ajudou.

Sugiro que a gente vá fazer as compras agora. Assim, vai ter menos gente. E também a gente passa o início da noite juntos, só para não deixar o Alexy sozinho, se torturando por nada.
A. Vai ser complicado, Rosa... Eu comecei mal o ano, não posso matar aula assim.
B. Hmm... Ok, sem problema.

(...)
A. Espero que a gente tenha um desconto, já que você trabalha aqui de vez em quando!
B. Está um pouco caro para mim... Não sei...

Hiiiiii! Tá vendo! Eu falei.
A. Você vai ter uma super noite, Alexy. (aumenta com Alexy)
B. Valeu a pena se preocupar, Alexy.

(...)
A. Gostei bastante.
B. Foi legal... Mas não é tipo de coisa que eu escuto.

♥— Caso tenha tido o Castiel como namorado em High School Life:

Vocês deveriam voltar e a gente faria baladinhas de casais e a gente seria feliz e a gente poderia se divertir e a - ficou tão triste quando...
A. Vem, Rosa, vamos tomar um ar.
B. Hahaha, ela fica engraçada quando bebe. (diminui com Castiel)

Ei, não foi legal isso. Estou falando com você!
A. Rosa, não adianta insistir...
B. Para, vem agora, vamos tomar um ar. (aumenta com Castiel)

Yeleen

O quê? Mas você tinha me prometido!
A. (Fico aqui me perguntando com quem ela está falando...)
B. (Não é da minha conta. Vou encontrar a Rosa e o Alexy.) (caminho da imagem com Castiel)

♥— Caso tenha seguido Yeleen no banheiro:

-?
A. (Melhor fazer de conta que não ouvi nada e sair daqui. Pode funcionar, visto a barulheira do ambiente de repente.)
B. Yeleen?

Ah, é! Faz tanto tempo que estou esperando que esqueci completamente.
A. Se você esqueceu completamente é por que talvez você não precisasse dela com tanta urgência, como você dizia.
B. Então, enfim, tive tempo de cuidar disso.
C. Agradecer teria sido suficiente.

Sobre o Alexy e o Morgan... Como terminou?
A. Não sei. (Não estou a fim de contar para ela a vida do Alexy. Apesar de tudo, o amigo é meu e isso não é da conta dela.)
B. Por que isso te interessa?
C. Ah... Você reparou no que tinha sido armado?

(...)
A. Desculpa, eu não quis te acordar, mas...
B. Não achei que você estivesse aqui.

(...)
A. (Fiz um sinal com a mão para ela, antes de seguir o Castiel.)
B. (Eu me limitei a desviar o olhar, antes de segui-lo.)

Outros

Docete

(...)
A. (Hmm... Quer saber, nada me impede de dar uma voltinha no banheiro.)
B. (Para que tentar saber mais do que a Yeleen está falando? Melhor seguir o meu caminho.) (caminho da imagem com Castiel)

(...)
A. (Não, dessa vez não. Realmente, acho que é melhor voltar para estudar.)
B. (Vou para a aula.) (chance de diálogo extra com Priya)

(...)
A. (Estou bem a fim de levantar a primeira página, só para dar uma olhada rápida.)
B. (Empurrei a caderneta e fechei o ziper da bolsa.) (caminho da imagem com Castiel)

(...)
A. (Como eu quero saber mais sobre ele...)
B. (Não tenho muita certeza de querer ir tão longe assim...)

Diretor

Bom, desculpem voltar aos bons e velhos métodos, mas alguém teria um assunto a propor? Um que seja um tiquinho mais sério?
A. Voltar ao assunto da última vez? A Priya tinha contado os problemas de liberdade de expressão no país de origem dela. (diálogo extra com Priya)
B. A ditadura? Como na Coreia do Norte... Não sei.
C. (Vou deixar passar dessa vez... Estou sem ideia.)

Responsável Administrativo

(...)
A. Preciso de sua ajuda, por favor, é realmente importante.
B. Eu nem cheguei a falar o que estou procurando!

Agatha

(...)
A. Escuta, tia, é muita gentileza sua, mas não estou muito a fim de...
B. Tia, você precisa parar de vir perambular por aqui. Você não tem mais nada para fazer da vida?

Prova

"Qual grande personagem histórico favoreceu o desenvolvimento das artes na Idade Média?"
A. (Luís XIV)
B. (Vercingetórix.)
C. (Carlos Magno.) (correta)

"Qual é o livro sagrado estudado por diversos historiadores por suas ilustrações ornamentais suntuosas?"
A. (O Livro de Kells.) (correta)
B. (O Livro de Puranas.)
C. (O Avesta.)

"Qual grande corrente artística se desenvolveu durante o reino de Carlos Magno?"
A. (A arte carolíngia.) (correta)
B. (A arte otoniana)
C. (A arte anglo-saxônica) 

Navegação